Faça sua
Obra
conosco

BLOG

Très chic! O cobogó assume ares contemporâneos e volta como queridinho ao cenário da arquitetura e do design.
18
Ago

Arquitetura

Muita gente nunca deve ter ouvido falar em cobogó, mas com certeza este elemento faz parte da memória visual de quase todo mundo. 

Os cobogós - ou tijolos vazados - foram criados na década de 20, sendo muito utilizados no nordeste brasileiro e em Brasília.

O nome engraçado foi herdado dos sobrenomes dos seus três criadores: Amadeo Oliveira Coimbra, Ernest Boeckmann e Antonio de es.

Muito usado nas décadas de 50 e 60, o cobogó volta a ser peça importante na estética da arquitetura moderna brasileira. Tradicionalmente produzido em cimento e cerâmica, o cobogó passou por uma releitura e vem sendo utilizado com novos materiais e cores.

Com design contemporâneo, atingiu alto nível de sofisticação e hoje temos elementos vazados de grande complexidade geométrica, cortados a laser, empregando tecnologia e sustentabilidade à arquitetura.


Além do interessante efeito estético, tem como principal função fechar ambientes ao mesmo tempo em que mantém a circulação de ar, a privacidade do interior e filtra parte da radiação solar direta, com a versatilidade de poder substituir uma parede, um pequeno vão ou ser usado como divisória.

Gostou da dica?
Vamos falar sobre o seu projeto!

Gostou? Espalhe ai!
Agende agora!
uma visita!